O que você esta procurando?

» Idoso beneficiário do LOAS recusa cesta para beneficiar pessoa mais necessitada



Redação Anuncifácil

 

Idoso levou flores para agradecer o tratamento recebido
Lázaro, com a diretora do CRAS: exemplo a ser seguido

Idoso beneficiário do LOAS recusa cesta para beneficiar pessoa mais necessitada

 

As atendentes do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de Cornélio Procópio, antigo Departamento de Ação Social, foram pegas de surpresa esta semana e tomadas por um gesto incomum: a presença de um beneficiário idoso que foi ao setor para abrir mão da cesta básica que recebia todo mês em favor, segundo ele, de pessoa mais necessitada.

 

Assistido pelo CRAS há mais de um ano, Lázaro Valentin Graciole, de 65 anos, recebia uma cesta básica todo mês e procurou as assistentes sociais para cancelar o recebimento por ter sido incluído como beneficiário da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), órgão do governo federal que garante atendimento às necessidades básicas da população.

 

“Vim aqui para agradecer tudo que vocês fizeram por mim e dizer que, graças ao trabalho de toda as pessoas daqui (do CRAS), passei a receber o auxílio do governo federal. Assim, essa cesta que por tanto tempo matou minha fome, poderá servir agora para ajudar outras pessoas”, agradeceu o idoso, emocionado. E, para reforçar o gesto de gratidão, levou um arranjo de flores para o pessoal.

 

Gesto incomum - Para Marta Sinhorini, diretora do CRAS, e que há muitos anos atende às famílias inscritas nos diversos programas assistenciais do órgão, a iniciativa de Lázaro foi inusitada. “Foi uma ação muito bonita que quase ninguém pratica, pois nunca aconteceu isso aqui. Sempre temos que correr atrás das pessoas procurando saber a real situação delas. Esta ação dele merece o reconhecimento de todos. Infelizmente, existe pouca gente como ele”, lamentou a diretora.

 

Com a sua inclusão na LOAS, Lázaro passou a ser amparado pelo governo federal, recebendo mensalmente um salário mínimo. O programa destina esse benefício para pessoas com deficiência, incapaz para trabalhar ou idosos acima dos 65 anos que não possui condições de auto se sustentar, como é o seu caso. Lázaro, que já foi praticante de luta livre pela conhecida equipe “Água Negra” e proprietário de uma empreiteira, disse que nessa época, ajudou muita gente chegando a oferecer trabalho para até 25 pessoas.

 

O caso de Lázaro, segundo a diretora do departamento, é uma gota no oceano porque, normalmente, as pessoas cadastradas no órgão só deixam de receber os benefícios por outros motivos. Marta disse que são muitas as famílias da comunidade que são assistidas pelo CRAS, dentro da nova política implantada pela Secretária Municipal de Integração e Desenvolvimento Social, tendo à frente o próprio prefeito Amin Hannouche e sua esposa Mary Alcântara Hannouche

 

“A função da assistência social é ajudar a pessoa no momento em que ela está necessitando, ou seja, a política de se ensinar a pescar. O nosso trabalho é o dar condições para que a pessoa consiga se reerguer e caminhar com as próprias pernas. O Departamento está sempre à disposição dos mais necessitados. Estamos prontos e preparados para atender quem realmente precisa”, ressaltou. O CRAS fica na Avenida São Paulo, 388 e funciona de segunda a sexta-feira das 8 às 17h. Mais informações através do telefone (43) 3904-1191.

 

Assessoria de Comunicação Social

 


Compartilhe esta matéria!






» Curta a página do site Anuncifácil no Facebook



 


»Classificados



»Publicidades

Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB