• O que você esta procurando?

    » Irmão de ex-vice-governadora e dono de construtora viram réus na Operação Quadro Negro



    Redação Anuncifácil

     

    O irmão da ex-vice-governadora Cida Borghetti (Progressista), o ex-vereador de Curitiba Juliano Borghetti; e o dono da Construtora Valor, Eduardo Lopes de Souza, tornaram-se réus por corrupção ativa e passiva no âmbito da Operação Quadro Negro.

    A operação apura o desvio de R$ 20 milhões na construção de escolas no Paraná por meio de contratos com empresas entre os anos de 2013 e 2015.

    Segundo a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR), aceita em janeiro, Eduardo pagou propina para Juliano em troca da nomeação de uma pessoa de confiança como assessora no gabinete da então vice-governadora Cida Borghetti, em 2015.

    Ainda conforme o MP, foram feitos três repasses de R$ 15 mil. A ex-governadora não é investigada nesse processo.

    O advogado de Eduardo disse, por telefone, que não teve acesso ao processo e, por isso, não vai se manifestar no momento.

    Cida Borghetti nega as acusações. Ela afirma que a funcionária de carreira citada nunca cumpriu expediente na vice-governadoria e que as investigações são anteriores a sua posse no cargo. Reforça que o STF já decidiu que este caso não tem relação com a Operação Quadro Negro.

    Juliano Borghetti nega as acusações e afirma que o dinheiro recebido é referente aos três meses que trabalhou na empresa Valor. O valor está declarado em sua declaração do Imposto de Renda. (Redação G1 PR)

     


    Compartilhe esta matéria!


      





    » Curta a página do site Anuncifácil no Facebook




     



    »Publicidades

    Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB