O que você esta procurando?

» “Maníaco da Cruz” assusta região de Campo Mourão


Redação Anuncifácil

 

Redação Anuncifácil

 

A fuga de Dhionatan Celestrino, 20 anos, conhecido como “Maníaco da Cruz”, da Unidade Educacional de Internação (Unei) Mitaí, em Ponta Porá (MS) tem causado medo em moradores de várias cidades da região de Campo Mourão. Destacamentos da Polícia Militar de Farol, Iretama, Roncador, Araruna, além de cidades próximas a Goioerê estão recebendo várias ligações de pessoas que dizem ter visto o criminoso circulando na região. Nos últimos dias, o telefone de emergência do 11º Batalhão da Polícia Militar de Campo Mourão (190) também passou a receber chamadas de muita gente preocupada.

 “O interessante é que esse cara parece estar em todo lugar ao mesmo tempo”, brinca um dos policiais que ontem estava de plantão no 11º BPM. Em várias outras cidades do Estado, como Umuarama e Assis Chateaubriand, há comentários semelhantes, mas em nenhum local a sua presença foi confirmada.

A fuga teria ocorrido na noite do dia 2 de março passado. O jovem conseguiu fugir usando apenas um cobertor. Como não há grades em Uneis aos moldes dos presídios, apenas proteção de janelas comuns, um cobertor e um pedaço de madeira podem ter servido de torniquete. Dhionatan completou 18 anos dentro da unidade, onde estava detido por uma em série de crimes cometidos em Rio Brilhante, onde morava com a família.

Entre seus crimes estão os assassinatos do pedreiro Catalino Cardena, 33 anos, da frentista Letícia das Neves, 22 anos, e da estudante Gleice Kelly da Silva, 23 anos, todos ocorridos no ano passado. Ele teria praticado os crimes por considerar todos ateus. O apelido de “Maníaco da Cruz” se deu pela posição de crucificação em que deixava suas vítimas.

Em Campo Mourão, tem alunos preocupados em escolas e nas redes sociais o assunto ganhou destaque. O sargento Nelcides Antonio da Silva, do destacamento da PM de Farol recebeu ligação de um amigo, que mora em Araruna informando que um homem, com as mesmas características do criminoso, havia passado de bicicleta pela cidade. “Meu amigo ligou e disse que um cara de bicicleta usava roupas estranhas e que encarava as pessoas sem dizer nada. Depois saía calado. Acho importante as pessoas ficarem alertas, mas não há nenhum motivo para pânico, pois tem surgido comentários de todos os lados”, disse o sargento.

A Polícia Militar de Iretama chegou a checar uma denúncia na localidade de Marilu, mas não encontrou nada de anormal. “A informação é que tinham visto esse maníaco na redondeza, fomos com uma equipe ao local, mas não havia nada de errado, mesmo porque ao mesmo tempo já ficamos sabendo que esse fugitivo estaria na região de Roncador e outras cidades da região”, afirmou o cabo Naim.

Para a polícia, a chance desse maníaco estar circulando na região é remota, mesmo assim a orientação é para que as pessoas se mantenham em alerta. “Só não vejo motivo para pânico e se houver alguma denúncia consistente, a polícia vai estar averiguando”, destacou Naim. Em Goioerê, a polícia foi informada de que ele foi avistado na Vila Guaíra, e que até teria pernoitado no cemitério.

Na época em que ele fio preso, os policiais foram até sua residência e encontraram pôsteres do Maníaco do Parque e de um diabo, além de revistas pornográficas, CDs e um envelope contendo um papel com nome das vítimas, escrito em vermelho. (Redação ITribuna)




Compartilhe esta matéria!





» Curta a página do site Anuncifácil no Facebook



 


»Classificados



»Publicidades

Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB