• O que você esta procurando?

    » Homem é preso por matar ex-companheira na frente do bebê



    Redação Anuncifácil

     

    IMAGEM ILUSTRATIVA

    Redação Anuncifácil

     

    Um metalúrgico de 35 anos foi preso na quinta-feira (7), no Jardim Alvorada, em Maringá, após ser acusado de matar a ex-companheira, Adriele Oviedo dos Santos, de 18 anos, com treze facadas. O crime ocorreu em Umuarama (Noroeste do Estado), por volta das 19h de domingo (3).

    O casal morava em Paiçandu, mas após o rompimento do relacionamento, a jovem se mudou para Umuarama, enquanto o ex-companheiro dela, Clóvis Sanches, voltou para a casa da mãe, no Jardim Alvorada, em Maringá.

    Conforme o chefe de investigação da Polícia Civil de Umuarama, Milton Carlos Cinque, Sanches foi para Umuarama no sábado (6) atrás da jovem, para tentar uma reconciliação. "Eles passaram o fim de semana juntos, mas ela não queria reatar o relacionamento", conta.

    No início da noite de domingo, após uma discussão, a vítima estava na casa dos pais, no Parque Industrial, deitada na cama de seu quarto, quando Sanches pegou uma faca na cozinha e a golpeou 13 vezes. A jovem estava do lado do bebê, que ficou completamente ensanguentado.

    A família encontrou a criança e a retirou do local. A Polícia Miltar foi acionada, mas Sanches já havia fugido. Ele foi encontrado na manhã de quinta-feira na casa da mãe dele, no Jardim Alvorada, em Maringá.

    Sanches foi preso e encaminhado no mesmo dia para a delegacia de Polícia Civil de Umuarama. "Tivemos que escoltá-lo e colocá-lo de forma discreta na cadeia, pois mais de 50 pessoas enfurecidas o esperavam na frente da delegacia", conta Cinque. O acusado responderá por homicídio doloso. (Redação O Diário)


    Curta a página do site Anuncifácil no Facebook•••Curtir no Facebook


    Compartilhe esta matéria!


      





    » Curta a página do site Anuncifácil no Facebook




     



    »Publicidades

    Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB