• O que você esta procurando?

    » Tornozeleiras eletrônicas devem liberar mil presos no Paraná



    Redação Anuncifácil

     

    Redação Anuncifácil

     

    A Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju) do Estado do Paraná deve abrir licitação para contratar serviços de monitoramento eletrônico de presos. Serão investidos R$ 25,9 milhões no sistema que deve monitorar mil detentos por um período de dois anos através de tornozeleiras eletrônicas. A previsão é de que o serviço entre em vigor ainda no primeiro semestre de 2013.

    Os primeiros presos a utilizarem os serviços devem ser os que possuem residência em Curitiba e Região Metropolitana. Devem ser priorizadas mulheres, idosos e pessoas com deficiência, para então serem observados outros critérios. A expectativa da Seju é de que o sistema facilite o processo de reinserção social dos apenados, além de abrir mil vagas no sistema penitenciário para presos condenados que estão em delegacias.

    Outro ponto destacado pela Secretaria é no custo por preso. Atualmente, no sistema administrado pelo Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen-PR), cada preso possui custo superior a R$ 1,8 mil por mês. O novo sistema será monitorado em conjunto pelo Depen e pela empresa vencedora da licitação, com custo geral máximo de R$ 540 mensais por preso.

    Outros cinco estados utilizam a tornozeleira eletrônica atualmente – Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia e São Paulo. Há ainda a previsão de que Amazonas, Espírito Santo e Rio Grande do Sul, além do Paraná, passem a utilizar o sistema em 2013. (Redação G1 Paraná)




    Compartilhe esta matéria!


      





    » Curta a página do site Anuncifácil no Facebook




     



    »Publicidades

    Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB